sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Não há coincidências...

Não há mesmo... Porque andar a divagar e encontrar este texto da Marianne do not-sofast.blogspot.com, que descreve tudo aquilo que senti, sinto e espero sentir novamente...
"Andamos anos a bater com a cabeça em paredes. Paredes que, muitas vezes, chegavam disfarçadas de nuvens, algodão puro, tudo calma e serenidade, para depois se revelarem paredes de betão armado, capazes de nos pôr nos Cuidados Intensivos meses (anos?) a fio.
Depois das paredes, a desconfiança. O descrédito. O desânimo. Julgar que nunca se vai encontrar a tal pessoa, a nossa pessoa, a pessoa que olha para nós e vê o mundo. Bola de neve. Nada parece suficientemente bom, nós não somos suficientemente merecedores desse pedaço de céu chamado amor correspondido. Achamos que vamos ficar sozinhos para sempre. Que seremos sempre o número ímpar em todos os acontecimentos pares. Que seremos sempre a "coitadinha, está sozinha, não consegue arranjar namorado", como se "arranjar namorado" fosse uma acção digna de mérito. Não é. Arranjar namorado não é nada. É vazio. O que importa é encontrar aquela pessoa que põe o nosso mundo nos eixos, que faz tudo ganhar sentido, que preenche cada espaço, cada momento outrora oco.
A tal pessoa é sempre a pessoa que nos muda a vida. Que nos muda tudo. Que faz a diferença. Se aparece uma pessoa e tudo é igual... não é A Pessoa. Quando ela, a tal, The One, aparecer, vai mudar tudo no nosso mundo. Agita-nos as entranhas, põe tudo em perspectiva, cala-nos as dúvidas, acicata-nos as certezas. E de repente, sem se perceber muito bem porquê, tudo desata a fazer sentido. Mesmo as paredes em que andámos anos a bater com a cabeça. Até essas passam a ter um propósito: existiram para que hoje pudessemos chegar aqui e ver que nada do que temos se assemelha a uma parede.
É uma nuvem. Algodão puro. Amor correspondido. E vale a pena acreditar. Mesmo que agora apenas e vejam paredes (e mesmo que elas estejam mesmo a pedir umas cabeçadas)."
Quero a minha nuvem de algodão....tipo, sei lá.... JÁ!!! 

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Nunca deixes nada por fazer

Cada vez mais me convenço que não se deve deixar nada por fazer, nada por dizer, nada por sentir...
Porque um dia pode ser tarde demais e iremos sempre pensar no que poderíamos ter feito, dito ou sentido... E que talvez isso nos tivesse levado a outros portos, a outros caminhos, a outras margens...
Por isso é que de hoje em diante vou fazer tudo, dizer tudo e permitir-me sentir....
Porque assim, tenho a certeza que estou viva e que não sou apenas mais um corpo sem alma a vaguear...

sábado, 11 de setembro de 2010

"Cadê" o cérebro minha gente????

Eu ando completamente estupefacta com os últimos "gossips" aqui da zona...
Como é possível minha gente??? Pergunto eu, como é possível que:

  •  Eu não tenha juízo nenhum...
  • Que uma miúda irritante e "cheiinha" de manias, tiques e merda no cérebro ande com aquele miúdo tão giraço e podre de bom (mesmo que não tenha idade para lhe deitar as gânfias, confesso que aquele puto quando obter a maioridade vai longe, oh se vai...e eu não me importava de lhe mostrar o caminho{ai minha possidónia que andas com pensamentos pecaminosos....}).... Cheira-me que aquilo não vai longe..
Agora, posto isto eu tenho uma questão bastante pertinente:
Afinal o que é que os indivíduos portadores de um membro balouçante entre pernas, e cheios de masculinidade, querem numa mulher?? 
Basta apenas um bom par de pernas, ou um belo "altar" ou é preciso que a dita tenha algo a que vulgarmente chamam de cérebro?????
"For real", algo que me deixa ligeiramente à nora são aqueles homens que gostam de ter "bibelôs" em casa: aquela mulher que é uma estampa de gira, podre de boa, mas com o Q.I equivalente a uma anémona(que me perdoem as anémonas, mas "prontes")!!! Juro que não entendo...
Visto ter mais amigos homens que mulheres, às vezes dou por mim deliciada a ouvir as conversas deles sobre este tema... Os meus ricos amigos, ao menos, têm bom gosto... óbvio que como qualquer macho, confiante da sua masculinidade, se babam literalmente por um belo par de pernas, um altar digno de cortar a respiração e uma carinha de princesa, mas apreciam um bom cérebro com quem possam conversar e que saibam estar... e confesso que às vezes se torna difícil conjugar tudo isto numa só espécime... porque cada vez mais vejo miúdas giraças e boazonas mas que quando abrem a boca.... "minha nooooossa".... é de cortar os pulsos a corta unhas rombo... Minhas queridas, não é so o corpo que precisa de adornos e ser bem tratado, o cérebro também.... Senão arriscam-se a ser um "bibelô" lá de casa....

Graças a Deus o meu cérebro anda bem tratado, alimentado e cheiinho de informações, boas conversas.... vá pronto, confesso também é maluquinho de vez em quando, mas "God" sabe tão bem ser maluquinha de vez em quando.... =) E também não sou nada de se deitar fora exteriormente (agradeço aos meus pais o belo palminho de cara e o altar digno de muitas orações) [eh lá, que hoje a miúda tá com a moral em alta....=)]

Por isso minha gente, façam fila e inscrevam-se no movimento "Sou giraça mas também tenho um cérebro".... AhahahAhahahah

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Desejos...


Dava tudo e mais cinco tostões para estar neste momento a beber o da esquerda.....
Ah, tofee's frappucino....
Sim, e depois ia pro ginásio correr feito maluquinha, mas isto sim, isto hoje provocava-me um belo de um orgasmo....
=P

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Estou pelos cabelos



Hoje to com uma neura descomunal que só me apetece rosnar e trincar alguém...
Mas a parvoíce maior nesta cena toda é não saber a razão... Ninguém me chateou, ninguém me irritou, ninguém se meteu comigo ou foi indelicado... No entanto estou assim....
Culpo as hormonas, só pode....

sábado, 4 de setembro de 2010

Oh yeah, i'm a dreamer


Porque afinal de contas o sonho comanda a vida....
E no fim de tudo eu sou uma sonhadora, que, apesar de ser uma medrosa, continua a querer sonhar... 
E principalmente concretiza-los...