quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Escape



Às vezes gostava que a minha vida pudesse ter a tecla escape como nos teclados de computador... "Ah e tal não gosto disto" - escape....
Mas como essa tecla não existe resta-me a mim, "escapar-me" por outros meios....
As férias aproximam-se e é já hoje que parto, que fujo daqui, que fujo de encontros de terceiro grau....
Sei que não é por me afastar que os problemas desaparecem, mas de certo que pelo menos, e enquanto andar ocupada com a minha mochila as costas a explorar a nossa história nacional, irei andar com a cabeça demasiadamente ocupada para pensar em ti e em tudo que se relaciona contigo.
Estes quinze dias que se aproximam (faltam apenas 8h30m para entrar de férias) dedico-me única e exclusivamente a mim...
A organizar este puzzle complicado que insisti em fazer da minha vida.... Mas sei que há peças que perdi e que dificilmente irei voltar a encontrar, no entanto vou lutar.... pois são essas peças que completam o meu puzzle!
[sem ti o meu puzzle não tem sentido, cor ou razão de existir.....fazes-me falta]

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

CTRL+ALT+Delete



Todas as noites invades o meu subconsciente...
A tua falta provoca-me nada mais do que um vazio que grita e ecoa dentro de mim...
Como é possível eu ser tão teimosa?
Como é possível eu continuar a bater nesta tecla?
Será que custa muito fazer ctrl+alt+ delete?
"Esta operação pode provocar danos irreparáveis no seu sistema. de certeza que pretende continuar?"
Pelos vistos o meu sistema operativo bloqueou esta função... Sei lá se desejo continuar.... Se calhar mais danificado do que o meu sistema já está, não deve piorar muito.... digo eu...

[talvez tudo isto tenha uma razão de ser.... ]

domingo, 24 de janeiro de 2010

Alcoviteirices!!!

E quando se acha que nada pode piorar heis que me deparo com um novo abalo...
E desta vez até me custa a acreditar... Custa, a sério que custa....
Será que eu sou assim tão magnânima e tão interessante que sou tema de conversa?
Será que não haverão temas mais debatíveis tais como o governo, a economia, o tempo, a garagem da vizinha??
Mas o pior é quando envolvem o nome de outras pessoas e lhe causam problemas....
Será que custa assim tanto ver as pessoas felizes??? A darem-se bem?
Deve meter-lhes farnicoques e urticária nas unhas dos pés!!!! Só pode....

FARTINHA DE ALCOVITEIRAS!!!!

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Frases, respostas e desabafos...



"Aquilo que pensas a mim não me importa...."
Será?
"Eu não escolhi ninguém, tu é que não aceitas a minha amizade com ela..."
Amizade com aquilo? Mas quem no seu perfeito juízo mantém amizade com uma pessoa como ela? um dinossauro e uma fama de meter medo....... 
"Por mais que custe vou partir..."
Sempre a dramatizar 
"Não contando contigo não conto com mais ninguém..." 
Mais uma vez não passas de um retardado emocional 
 "Não tem futuro..."
Será que alguma vez teve sequer presente? Se dizes com tanta convicção que não te importas com o que penso.... 
"Espero que ele seja o dobro de tudo quanto fui..."
Dobro de????????? Traição? Choros provocados? Curioso que só te lembras do bem.... eu também me lembro e não esquecerei, no entanto o mal ainda cá está a fazer mossa e a abrir-me as feridas...
"Nunca vais conseguir arranjar ninguém como eu assim como eu nunca arranjarei ninguém como tu...." 
Sim, ninguém irá algum dia ocupar o teu lugar... mas já tu insistes em coleccionar calhaus do que manteres o diamante!!!


Como são vis e amargas as palavras que proferes mesmo sabendo que são tão certas e verdadeiras como a água que corre no rio e ninguém sabe bem para onde vai.... Detesto que me mintas, mas enerva-me mais que te mintas a ti próprio... E se escrevo aqui é porque preciso falar, desabafar, nem que seja com pessoas que nem sequer sabem quem sou mas partilham a minha dor... E tudo porque tu não dás a oportunidade de falar isto tudo frente a frente....
Já há muito que deixas-te de ser o meu porto de abrigo, que deixas-te de ser objecto de calma...
Hoje, e olhando para trás vejo que perdi tanta coisa por te ter posto naquele pedestal de cristal que não aguentou e se desmoronou....
Dói-me  alma....
Cada dia que passo, cada dia me custa mais sair, ver pessoas, o que seja....
E talvez seja por isso que vou tomar uma decisão de sair daqui.... fugir?!?!? não, eu não vou fugir de nada e de ninguém.... vou fugir de mim própria apenas....

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Isto irrita-me!!!!



Mais do que tu, só mais uma pessoa me irrita: EU!
Irrita-me estar sempre a pensar se estarás bem, se já andas mais calmo, se ainda andas com aquela "coisa"...
Irrita-me ser esta parva estúpida e que pelos vistos gosta de sofrer e ser masoquista ao ponto de encher o pensamento com tudo quanto de mal me fizeste e mesmo assim ainda achar que sou capaz de perdoar e te receber de braços abertos... no mínimo ou perdi as minhas capacidades intelectuais ou então devo pensar que vou ser a próxima mártir...e que vou a algum lado com isso...
Ainda se ao menos ganhasse alguma coisa com isso.... mas o que ganho são olheiras, noites mal passadas, dores de cabeça de tanto chorar, ressacas das bebedeiras, e um ar triste eterno....
Os meus amigos dizem que já não me conhecem.... Perdi a minha essência!
Mas tudo isso tem um motivo.... o não saber!!!
Dói-me mais o que não sei do que o que sei!!!! Tudo o que peço é a verdade, mas tu, como um retardado emocional que és, um cabrãozinho egoísta, só pensas em ti e em mais ninguém....que me julgas a tua eterna boneca.... que pegas e largas quando queres e te apetece...

"Todos os grandes amores são invariavelmente trágicos, porque quem ama muito sofre sempre mais, como se amar mais implicasse sempre angústia, quer enquanto o vivemos plenamente e sentimos que o podemos perder, quer depois do amor, quando não queremos e nem sequer sabemos como encarar os dias. Há quem descreva o fim de um grande amor como uma derrocada, porque a sensação de não ficar pedra sobre pedra é a mais comum.

Um homem que não consegue amar vive encarcerado numa cela de solidão cuja chave se perdeu. É um homem diminuído porque até pode gostar de mulheres, mas não gosta das mulheres. Um homem com o ego ferido é como um leão com uma pata partida; ele não admite ajuda de ninguém e, quando se levanta, não quer que o vejam a coxear. Atacará por medo, por orgulho, por desespero."
in http://sol.sapo.pt/blogs/margaridarebelopinto/default.aspx

Roubas-me a alma pequeno corvo....

domingo, 17 de janeiro de 2010

Tequilla = ressaca



"Denomina-se "ressaca", o conjunto de efeitos fisiológicos da ingestão exacerbada de bebidas alcoólicas. É um tipo de crise de abstinência. Como qualquer outra bebida ou alimento, o álcool é metabolizado e distribuído pela corrente sangüínea para todas as células do corpo. A sensação de embriaguez e relaxamento ocorre quando ele chega ao cérebro. É o momento da intoxicação. O corpo faz um grande esforço para dar conta das doses excessivas. Quem mais trabalha é o fígado, que precisa produzir enzimas para absorvê-lo, transformá-lo em gordura e secretá-lo pela bile. Quando o trabalho acaba, o fígado quer mais e entra numa espécie de depressão, desorganizando todo o metabolismo. O sistema nervoso, que também foi acelerado, tem uma reação parecida. O resultado é uma queda da força muscular, dor de cabeça, enjôo, diarréia, sensibilidade à luz e um cansaço enorme."
E é assim que a menina se sente hoje.... :)

Se bem que falta ali a ressaca pior.... A ressaca de um fim de uma relação gasta, tremida, sem nexo....
E é essa ressaca que todos os dias me consome um pouco mais e mais e mais.... Mas, assim como a ressaca que sinto hoje, amanhã já não existe, assim espero que a outra ressaca em breve termine....
E é bem capaz de terminar, não por me envolver com outra pessoa, mas sim porque a única prioridade que tenho levado neste novo ano sou eu!!!!

[sim, foste és e serás sempre "aquele"..... Estragas-te o que poderia ter sido perfeito...]

sábado, 9 de janeiro de 2010

Take it, I don't want it anymore



"Minha filha, quem me dera poder arrancar-te o coração do peito, lava-lo com detergente até conseguir tirar esse gajo de lá... mas não posso...."
 [Obrigada Mãe....]

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Apesar de o sol brilhar lá fora, dentro de mim chove....



Dizem que é com o sofrimento que se cresce, que se evolui, que se aprende...
Concordo... no entanto confesso que em algumas coisas preferia não aprender, não evoluir, não crescer...
Tenho saudades do tempo em que brincava com bonecas, ao esconde esconde, não por sentir falta de ser criança, mas sim por sentir falta da despreocupação, da tranquilidade com que vivia... sem me preocupar com contos e ditos, sem me preocupar com este sentimento que ta dentro de mim... Era tão bom....
Não sei que faça, passo os dias com o coração apertado e principalmente a partir o coração de todos com quem partilho este meu sofrimento.... porque quem me ama de verdade não gosta de me ver sofrer desta forma.... não gosta de ver o meu brilho apagado, o meu sorriso forçado, a minha tentativa reles de dizer "tá tudo bem, na boa...." quando os meus olhos não sabem mentir.... quando o único brilho que está neles é o das lágrimas eminentes.... que basta um abraço amigo ou uma festinha nos cabelos para que elas saltem....
Tenho de me afastar disto, tenho de me concentrar em mim, mas a verdade é que o tempo não pára nem espera por mim... não espera que me componha.... e cada vez mais vejo e sinto o tempo a escapar-me das mãos com a mesma facilidade com que a areia da praia foge das mãos fechadas....
Tenho medo, pavor, que tudo me fuja, que não consiga abrir-me para mais ninguém... que me feche na minha conchinha para o mundo, e principalmente para o amor....
Estou nos meus ultimos dias dos 25 anos e vejo-me estagnada. fechada para a vida.... Eu não quero desistir, mas não sei ate que ponto ainda existem forças......

[Alguém me sabe dizer se isto passa ou se dói para sempre???]

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Once more, once again



É depois de noites como esta que me sinto aterrada....
Fui invadida a noite toda por pesadelos que me deixam angustiada.... o sub-consciente é tramado e prega-me sempre cada rasteira quando eu menos espero... e depois disso tudo ainda sou acordada por uma pérola de uma mensagem que a minha vontade foi pegar no telemóvel e mostrar-lhe o caminho da minha janela até ao jardim, assim numa velocidade super sónica....... Assim confesso que não há condições....
Mas porque raio teimo em ser mais boazinha que a Madre Teresa de Calcutá???????
Porque é que cedo a joguinhos psicológicos do gato e rato???
Se isto não é estupidez crónica não sei o que será..... Alguém tem o diagnóstico certo? Agradeço que venha, juntamente com uma receita de um medicamento qualquer que me leve os pesadelos e me atordoe os sentidos....
"Não contando contigo não conto com mais ninguém..."
E quê????????????????? Só não contas mais comigo porque não passas de um atrasado emocional!!!!! Até dói a estupidez com que às vezes és invadido!!!!
Quando perceberes que não é por me mostrares espinhos que não gosto da rosa vem falar comigo!!!!! Até lá, oh pa, grow up e tem juízo sim????

[Sim, estou extremamente indignada.... Posso????????]

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Promessas, mudanças, reviravoltas...


Sim, eu sei que já prometi milhentas vezes que é este ano que me vou portar bem, que é este ano que vou pro ginásio, que é este ano que dou a volta por cima...
Sim, mas as promessas só são verdadeiras promessas quando temos afinco em cumpri-las....
Sei que também já prometi que ia seguir em frente, que ia abandonar o que me faz mal, que ia deixar para trás tudo o que manda abaixo, que me destrói e consome...
Mas hoje digamos que é o primeiro dia do resto da minha vida... tomei uma decisão que me dói mais do que continuar no mesmo, mas que por mim e única e exclusivamente por mim tenho de me manter firme...
Por mais que doa, por mais que me lembre todos os dias de ti e da falta imensa que sinto de ti e tudo quanto passamos.............. por mais que tivesse achado que começamos bem o ano............. mais nada posso fazer...
Dói-me como se arrancasse um pedaço de mim, que no fundo arranco.... mas levo-te pra sempre........... no meu pensamento, no meu coração, na minha alma........
Mas tenho de pensar em mim.....e na minha vida.....