quinta-feira, 22 de abril de 2010

Polo Norte - Deixa o mundo Girar

Quantas vezes vais olhar para trás
Estás preso a um passado que pesou
Quantas vezes vais ser tu capaz
Fazer sair quem por engano entrou

Abre a tua porta, não tenhas medo
Tens um mundo inteiro à espera para entrar
De sorriso no rosto talvez o segredo
Alguém que te quer falar

Olha em frente e diz-me aquilo que vês
Reflexos de quem conheces bem
Ouve essa voz é a tua voz
Dá-lhe atenção e a razão que tem

Abre a tua porta, não tenhas medo
Tens um mundo inteiro à espera para entrar
De sorriso no rosto talvez o segredo
Alguém que te quer falar

Deixa o mundo girar para o lado que quer
Não o podes parar nem tens nada a perder
Estás de passagem
Não o leves a mal se te manda avançar
Talvez seja um sinal que não podes parar
Estás de passagem

Vai aonde queres
Sê quem tu quiseres
Estende a tua mão
A quem vier por bem

Abre a tua porta, não tenhas medo
Tens um mundo inteiro à espera para entrar
De sorriso no rosto talvez o segredo
Alguém que te quer falar

Deixa o mundo girar para o lado que quer
Não o podes parar nem tens nada a perder
Estás de passagem
Não o leves a mal se te manda avançar
Talvez seja um sinal que não podes parar
Estás de passagem

Deixa o mundo girar para o lado que quer
Não o podes parar nem tens nada a perder
Estás de passagem
Não o leves a mal se te manda avançar
Talvez seja um sinal que não o podes parar
Estás de passagem, só de passagem, estou de passagem
Para outro lugar

quarta-feira, 14 de abril de 2010

huuuummmm.....


"Aprendi a nunca pedir que me amasses e a nunca cobrar a distância. Aprendi novas formas de viver e de estar, de amar e de ser feliz...
...
Sei que também aprendeste muito comigo, mais do que imaginas e do que agora consegues alcançar. Só o tempo te vai dar tudo o que de mim guardaste, esse tempo que é uma caixa que se abre ao contrário: de um lado estás tu, e do outro estou eu, a ver-te sem te poder tocar, a abraçar-te todas as noites antes de adormeceres e a cada manhã que acordares.
Não sei quando te voltarei a ver ou a ter notícias tuas, mas sabes uma coisa? Já não me importo, porque sempre soube que ia ser assim. Guardei-te no meu coração antes de partires. Numa noite perfeita entre tantas outras, liguei o meu coração ao teu com um fio invisível e troquei uma parte da tua alma com a minha, enquanto dormias.
Não acordaste, nunca acordavas, o teu sono embalava-me e eu sentia-me uma semente debaixo da terra a crescer em silêncio para a felicidade. E não pode haver amor mais certo do que aquele que nos faz felizes. É só deixar correr, como, afinal, tudo o que é verdadeiramente importante na vida."
Crónica Deixar Correr
de Margarida Rebelo Pinto
in Vou Contar-te um Segredo

Ring my bells...


"Ring my bell ring my bells

Sometimes you love it
Sometimes you don't
Sometimes you need it
Then you don't and you let go

Sometimes we rush it
Sometimes we fall
It doesn't matter baby
We can take it real slow

Cause the way that we touch
Is something that we can't deny
And the way that you move
Oh you make me feel alive
Now come on

Ring my bell ring my bells

You try to hide it
I know you do
When all you really want
Is me to come and get you

You move in closer
I feel you breathe
It's like the world just disappears
When you're around me
Oh

Cause the way that we touch
Is something that we can't deny
Oh yeah
And the way that you move
Oh you make me feel alive
So come on

And ring my bell ring my bells

I say you want
I say you need
I can tell by your face
You love the way it turns me on

I say you want
I say you need
I will do what it takes
And I would never do you wrong

Cause the way that we love
Is something that we can't fight
Oh no
I just can't get enough
Oh you make me feel alive
So come on

Ring my bell ring my bells

I say you want
I say you need
I can tell by the way you're looking at me
I turn you on

I say you want
I say you need
If you have what it takes
We don't have to wait
Let's get it on

Get it on!

Ring my bell ring my bells"

domingo, 11 de abril de 2010

Já disse?!?


Já disse que... 

...me sinto feliz?
...adoro quando me chamam Alice do País das Maravilhas?
...adoro rir até me doer a barriga?
...sou viciada em chocolate?
...adoro o mar?
...acredito em cenas místicas?
...amo as minhas all stars?
..tenho um fraquinho por coisas fortes?
...adoro rebolar na relva?
...gosto do cheiro de terra molhada?
...sinto saudades tuas?
...vivo a minha vida de forma intensa?
...que tenho orgulho em mim?
...que me preocupo contigo?
...que tenho orgulho em ti?
...às vezes me enervas?
...às vezes me surpreendes?
...me irrito facilmente?
...perdoei o imperdoável?
...não me arrependo?
...gosto de dançar como se ninguém me estivesse a ver?
...sou naughty girl?
...tenho medo de aranhas?
...adoro a minha libelinha?
...fazes parte dessa libelinha?
...adoro o por do sol?
...amo andar na chuva?
...gosto de trovoadas?
...gosto de leitinho com bolachas?
...gosto de mimos nas costas?
...sinto saudades de me chamares bebé?
...sinto falta das nossas loucuras, gargalhadas e momentos de prazer?
...apesar de tudo sou feliz mas poderia ser mais?

sábado, 10 de abril de 2010

Mau feitio...



Dizem que tenho mau feitio... Que parece que tenho a mania... Que sou fria.... Que sou arrogante.... Que tenho o nariz empinado.... Resumindo que sou uma snobzinha petulante com a mania que é boa e não desce do seu pedestal para falar ao mais comum dos mortais...
Sabem uma coisa?!?!
Se calhar sou tudo isso e mais alguma coisa que vos passa pela cabecinha...
A vantagem?!?
Afasto quem devo e atraio quem merece!!!
Para quê ser transparente e dar logo tudo de nós?!? Quem me merecer tem de saber abrir esta caixinha da pandora, sem medos, porque eu não mordo... a menos que me apeteça assim muiiiiito!!!!! =)
Porque até agora quem teve a coragem e o discernimento de ir mais longe do que aquilo que os olhos vêem, só teve o melhor de mim.....
Sometimes, being a bitch is just part of my personal mistery....
[but i'm a sweet....]

sábado, 3 de abril de 2010

´Quando se treina o corpo e o espírito a não criar laços, é muito mais fácil viver.´


É mais fácil quando os sentimentos não se misturam, quando aprendemos realmente a não criar laços, a não depender de ninguém....
Assim, ninguém pode dizer que desiludiu ou ficou desiludido com esta ou com aquela situação, apenas e somente por não criar qualquer tipo de expectativa, construir sonhos em cima de areias movediças....
Sempre disse que prefiro ter surpresas do que desilusões.... Daí deixei de criar expectativas, deixei de sonhar alto, deixei de colocar a minha vida e a minha felicidade à mercê de mãos alheias....
O meu mundo, a minha vida, a minha felicidade sou eu quem a cria.... Eu sou dona de mim mesma!!!
E se em tempos me esqueci de como se fazia isto, hoje apenas lamento o tempo que perdi a viver a tua vida e a minha vida em função de ti.... Eras o Sol em torno do qual eu girava... Eras.... Já não és!
Não vou mentir e dizer que já não sou assaltada por pensamentos e memórias de ti... Que não dou por mim a pensar em tudo quanto passou...de bom e de mau também... Porque elas não matam, mas moem...
E às vezes dou por mim a vaguear em memórias, até que alguém me acorda com a típica frase:
"- 'Tá tudo bem? Parece que não 'tás aqui..."
Pois, na realidade não estou... Estou longe... a medir distâncias... a propor-me etapas... a olhar para trás num misto de tristeza, saudade, melancolia e sorriso nos lábios (ligeiramente a rasar a esquizofrenia...)...
Cada vez mais sinto necessidade de me isolar, de estar sozinha no meu canto... pensar, propor, renovar...

"Prefiro o silêncio e a ausência à tristeza das sombras. Tenho, de uma vez por todas, que assumir que o meu sonho acabou. Amanhã, acordo e começo a mentalizar-me que a minha vida continua sem ele e que vai correr tudo bem. Mas hoje, só quero dormir, esquecer a dor e limpar o coração. Isto não é viver e eu tenho que continuar viva, inventar uma vontade que não tenho e obedecer-lhe cegamente. Talvez nem seja assim tão difícil. Quando se continua vivo depois de morrer, é fácil ser-se obediente." in Alma de Pássaro
 [Serás sempre a minha alma de pássaro...]