segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Até já...


Isto não é de todo um Adeus... É um até já, pois mal possa estarei perto de ti.

às vezes torna-se imperativo arriscar... deitar tudo para trás das costas e reconstruir o nosso destino... e eu quero... quero muito... e como já é habito esta frase: querer é poder...
Estes últimos dias foram simplesmente indescritíveis... fez-me ter noção de que afinal ainda posso ser feliz... basta apenas agarrar a minha felicidade e ir ter contigo...
E acho que vou... porque a felicidade não se ganha: conquista-se!!!
Obrigada por existires...
Fazes-me bem e por isso mereces o mundo!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário